Política de Diversidade e Inclusão

O CBC criou em 2020 a sua política oficial de diversidade e inclusão, elaborada para garantir alinhamento com as mais atuais práticas e discussões mundiais sobre garantia de direitos, redução de desigualdades e aumento da representatividade dos diferentes grupos sociais.


1. Contexto


O Centro Brasil no Clima compreende que a estrutura de pessoal nas organizações brasileiras, em geral, não reflete a composição demográfica do país no que se refere a gênero e raça, bem como a grupos tradicionalmente marginalizados, como LGBTs e pessoas com deficiência. As mulheres representam mais da metade da população, a qual é também majoritariamente composta por pessoas pretas e pardas. Esta falta de representatividade tende a se agravar quando se trata de cargos de liderança, onde se observa uma presença ainda menor de pessoas desses grupos.


Tal condição é resultado de um processo histórico no qual mulheres e pessoas pretas e pardas foram excluídas das instâncias decisórias do país (por exemplo, com demora em obter o direito ao voto), e em que não foram adotadas políticas públicas que buscassem reverter uma situação de desigualdade que foi construída ao longo de séculos. Na agenda climática tal situação é particularmente complexa, já que as mudanças climáticas tendem a afetar de forma diferenciada grupos sociais distintos – mulheres e pretos e pardos estão entre aqueles em maior condição de vulnerabilidade e, consequentemente, provavelmente serão os mais impactados.


Entendemos que a superação dessa condição só será possível por meio de ações que promovam a equidade no acesso às oportunidades, visando a eliminar gradativamente as profundas diferenças atualmente existentes, tendo como meta o alcance de uma situação de igualdade em nossa sociedade. Esse trabalho pode ser traduzido através do lema: “equidade como processo, igualdade como produto”.


O Centro Brasil no Clima busca ser referência no que se refere à inclusão. Desde o ano de 2019 contando em seus quadros mulheres e pessoas de comunidades periféricas. Metade do Conselho Diretor do Centro Brasil no Clima é composto por mulheres, e o mesmo se aplica ao corpo de coordenadores de projetos. Por outro lado, reconhecemos a necessidade de avançar ainda com relação a outras orientações sexuais, identidade e questões de gênero e, principalmente, na inclusão racial.


Através deste documento, o Centro Brasil no Clima expressa a sua intenção em adotar ações que contribuam para a promoção da diversidade e inclusão na instituição e no país, seja através da abordagem adotada nos trabalhos e eventos desenvolvidos pelo CBC, seja no processo de seleção de pessoas, seja através das práticas diárias de seus membros.


2. Ações

Como forma de implementar a sua política de diversidade e inclusão, o Centro Brasil no Clima prevê um conjunto de ações que deverão ser implementadas visando a atingir ao objetivo de contribuir para a promoção da equidade de gênero e raça.


i) Manter um comitê que será responsável pela política de diversidade e inclusão da instituição;

ii) Promover discussões internas sobre diversidade e inclusão;

iii) Adotar critérios de diversidade e inclusão nos processos de seleção;

iv) Atualizar e acompanhar constantemente os números da instituição em relação à integração de gênero e raça em seu quadro de colaboradores;

v) Criar um programa de diversidade e inclusão para a instituição com ações de curto, médio e longo prazo.

Centro Brasil No Clima

​Av. Marechal Câmara, 160 / sala 418
Rio de Janeiro - RJ - Brasil - CEP 20020-080

E-mail:
contato@centrobrasilnoclima.org
cbc@centrobrasilnoclima.org

Telefones: +55 21 2262-1202 / +55 21 2210-7102

Fique por dentro das notícias do CBC