Centro Brasil No Clima

​Av. Marechal Câmara, 160 / sala 418
Rio de Janeiro - RJ - Brasil - CEP 20020-080

E-mail:
contato@centrobrasilnoclima.org
cbc@centrobrasilnoclima.org

Telefones: +55 21 2262-1202 / +55 21 2210-7102

Fique por dentro das notícias do CBC

Jeff Tollefson

Ainda dá tempo?

​Entender tendências recentes de energia pode parecer um teste Rorschach de alto risco. Alguns especialistas vêem o boom da energia renovável e a alternativa ao carvão em muitos países como evidência de que o mundo está começando a virar a esquina do aquecimento global. Outros vêem simplesmente uma dependência contínua de combustíveis fósseis de baixo custo, ação governamental lenta e um risco crescente de colapso planetário.

 

O fato é que ambos os lados estão certos. A energia renovável está, de fato, passando por uma revolução, à medida que os preços de coisas como painéis solares, turbinas eólicas e baterias de íons de lítio continuam a despencar. E, no entanto, também é verdade que o mundo continua dependente dos combustíveis fósseis - tanto que mesmo as pequenas mudanças econômicas podem rapidamente sobrepor os ganhos obtidos com a energia limpa. 

Foi assim em 2017 quando, depois de permanecer relativamente estável de 2014 a 2016, as emissões de carbono cresceram cerca de 1,5% (ver "A brief lull"). Tudo o que foi preciso para criar esse pico foi um pequeno aumento no crescimento econômico em todo o mundo em desenvolvimento, de acordo com uma estimativa final divulgada em março pelo Global Carbon Project, um consórcio internacional de pesquisa que monitora as emissões de carbono e as tendências climáticas.