Notícias do Brasil

  • centrobrasilnoclima

Presidente da COP26, Alok Sharma se reúne com governadores, prefeitos e CEOs brasileiros

CBC e outras organizações são parceiras na realização do evento que celebrou a adesão de atores brasileiros à campanha Race to Zero

Presidente Designado da COP26, Alok Sharma recebeu na manhã desta quarta-feira, 04 de agosto, governadores, prefeitos e líderes empresariais para celebrar os compromissos coletivos da campanha Race to Zero no Brasil. “Cada grau conta”, disse Sharma. “Vocês são meus heróis do clima e é muito importante a adesão de vocês a esse grande compromisso climático”.


O evento, que foi realizado de forma híbrida, contou com a presença do Embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson, e teve a participação online de Gonzalo Muñoz, líder da Campanha Race to Zero e da Ação Climática da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima.O Centro Brasil no Clima foi um dos parceiros da realização do evento, que contou também com a parceria de uma série de instituições climáticas. Nosso diretor-executivo, Guilherme Syrkis, foi um dos líderes presentes no encontro, que teve ainda a intenção de escutar a sociedade brasileira sobre as questões mais urgentes na agenda da COP 26.


A cerimônia celebrou a entrada de novos estados na campanha Corrida ao Zero: Pernambuco e Pará. Eles se juntam a Minas Gerais, primeiro estado a aderir a campanha na América Latina, e também a São Paulo, o primeiro a firmar seu compromisso em forma de decreto no mês de julho. Juntos, os quatro estados representam 33% das emissões brasileiras, segundo dados divulgados pela campanha Corrida ao Zero..


Novos estados estão no processo de solicitar a adesão: Amazonas, Espírito Santo, Maranhão e Mato Grosso do Sul. Quando confirmadas, isso significará que os oito estados responsáveis por 48% das emissões brasileiras e mais de 50% do PIB do país estarão comprometidos a alcançar carbono zero até 2050, segundo a campanha. Além destes, o governador do estado do Paraná também participou do evento e demonstrou interesse em participar da campanha. Todos esses estados são membros da Coalizão Governadores pelo Clima, articulada pelo CBC.


No âmbito municipal, as cidades que participaram do evento foram: Curitiba (PR), São Paulo (SP), Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE), Niterói (RJ), Serra Talhada (PE), São Leopoldo (RS) e Canoas (RS).


Em sua fala inicial, Sharma parabenizou a ambição brasileira. “Nós conseguimos mais de 100 empresas, 12 cidades, 4 estados que já assinaram o compromisso com a Corrida ao Zero no Brasil e, se vocês adicionarem os esforços daqueles que estão se comprometendo hoje, isso representa cerca de 50% de todas as emissões no Brasil e 50% da economia. Isso é absolutamente enorme e eu saúdo vocês por isso”, declarou Sharma.


Além delas, a cerimônia também celebrou a participação de mais de 100 empresas brasileiras e mais de 3.000 globalmente na Corrida ao Zero. Foram celebrados os compromissos das empresas: Movida, BRF, Azul S.A, Ambev, Banco do Brasil, Malwee, Klabin, JBS e Natura.


O embaixador Peter Wilson, que abriu o evento, ressaltou os benefícios de uma retomada econômica verde. “Não há contradição entre crescimento econômico e tornar nossas economias mais verdes. Vemos hoje aqui que a possibilidade de zerar emissões é real e só temos a ganhar”, afirmou.


Gonzalo Muñoz enfatizou que “2021 é um ano crítico para a ação climática” e que “emissões líquidas zero precisa ser nosso objetivo comum, urgente”. Ele acrescentou que “nesta corrida, precisamos de todos, sem exceção”.


Marina Grossi, presidente do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), fez a entrega de um posicionamento do Setor Empresarial sobre a iniciativa “Empresários pelo Clima” a Sharma e Wilson. O conselho de líderes reúne cerca de 80 CEOs de grandes empresas do CEBDS com impacto no PIB de cerca de 45%.


O presidente da COP26 finalizou a cerimônia dizendo que “o motivo pelo qual estamos fazendo isso é pelo o meio ambiente, para a economia e para os empregos, mas estamos fazendo isso também para as futuras gerações e essa próxima década será absolutamente decisiva em relação às ações que estão sendo tomadas”.


O evento foi realizado através de parceria com o Pacto Global Brasil, Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), Instituto Ethos, CDP, Centro Brasil no Clima, ICLEI, C40, ACA Brasil, Under2 Coalition, Global Covenant of Mayors for Climate & Energy e FGV EAESP.


Quem não conseguiu assistir ao vivo, pode conferir o evento em http://bit.ly/CorridaAoZero.


A Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP26) será realizada em novembro, em Glasgow, Escócia, no Reino Unido e será a mais importante reunião sobre clima desde o Acordo de Paris, em 2015, e o maior encontro de líderes mundiais desde o início da pandemia, em 2020.


Crédito fotos: Ana Clara Cavalcante/Embaixada Britânica)


















148 visualizações0 comentário